Get Adobe Flash player

Procurar

  Search  

Outras ligações

Câmara Municipal de Fafe



O nosso blogue

Notas

O Museu das Migrações e das Comunidades foi fundado por deliberação do Município de Fafe em 12/07/2001.  Um Museu que pretende aprofundar o conhecimento das migrações na diáspora portuguesa.





Os Hospitais

 

Imbuídos do espírito franco maçon de auxílio mútuo, os emigrantes do Brasil «Brasileiros» em tempo de retorno, envolveram-se em iniciativas filantrópicas de natureza social, cultural e cívica: escolas, jardins, hospitais e asilos.

A participação pessoal e financeira dos emigrantes de "Torna - Viagem" na criação das primeiras agremiações de natureza social, verifica-se também na constituição da Irmandade de São José, datada de 21 de Março de 1862.

Nela têm assento como provedores e mordomos, fazendo-se representar em retratos a óleo de grande formato, o que constitui outra das expressões de visibilidade simbólica do seu prestígio e estatuto social.

São identificáveis, em Fafe, o Hospital de São José e dois outros imóveis onde funcionaram os asilos de “Infância Desvalida” e de “Inválidos”, como expressões da acção benemérita dos emigrantes do séc. XIX.

Imbuídos do espírito franco maçon de auxílio mútuo, os «Brasileiros» de retorno envolveram-se na construção de Hospitais por toda a região do Norte.

 

Hospital de Fafe

O edifício do Hospital deve a sua construção ao financiamento dos “Brasileiros de Torna – Viagem”, sendo uma réplica arquitectónica de outro, construído no Rio de Janeiro e propriedade da Sociedade Portuguesa de Beneficência, inaugurado no dia 16 de Setembro de 1858. No mesmo ano, os fafenses emigrados no Rio de Janeiro, reúnem-se formalmente, em 8 de Abril, decidindo fundar o Hospital na Vila de Fafe.

 

O Hospital (ver)

Fundadores do Hospital de Fafe (ver)

Actas da fundação do Hospital de Fafe (ver)