Get Adobe Flash player

Procurar

  Search  

Outras ligações

Câmara Municipal de Fafe



O nosso blogue

Notas

O Museu das Migrações e das Comunidades foi fundado por deliberação do Município de Fafe em 12/07/2001.  Um Museu que pretende aprofundar o conhecimento das migrações na diáspora portuguesa.





Institucional

ACNUR

Conselho Português para os refugiados

Deslocados

Direcção Regional das Comunidades

Observatório da Imigração em Portugal

 

Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas





DIA DA IMIGRAÇÃO PORTUGUESA

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara de Deputados aprovou ontem, 10 de Julho, um Projecto de Lei, da autoria do deputado Gastão Vieira, que institui a data de 10 de Junho como o Dia da Imigração Portuguesa no Brasil.

O autor do projecto destacou que é inegável a influência da História e da Cultura portuguesas na formação social da nação brasileira. "Desde a chegada dos primeiros portugueses, no dia 22 de Abril de 1500 até os dias de hoje, a presença lusitana foi sempre marcante. A instituição do Dia da Imigração Portuguesa no Brasil pretende, pois, assinalar a importância de Portugal na formação de nosso País". Além disso, o deputado destacou a "maior herança cultural (que) é o idioma português" e o facto que "dos portugueses recebemos, também, influências na culinária, na arquitectura, na religião e na organização do estamento burocrático do Estado brasileiro". O deputado referiu-se ao "preconceito" pelo facto de o Brasil ter sido colonizado por portugueses e não por outros povos da Europa, ditos mais desenvolvidos. "Para refutar essa afirmação, é bom que se lembre que, na época da conquista e da colonização do Brasil, Portugal era uma potência ultramarina. Não se deve, portanto, ter um complexo de inferioridade em relação aos nossos irmãos lusitanos".
O embaixador de Portugal no Brasil, Francisco Seixas da Costa, agradeceu ao deputado dizendo que "este gesto será recebido com um grande apreço por toda a Comunidade Portuguesa e Luso-Brasileira residente neste país e será entendido em Portugal como uma das mais significativas expressões oficiais da amizade que sempre nos une ao Brasil". Para o diplomata português, o deputado "demonstrou a sua sensibilidade face a uma contribuição histórica e cultural que, antes de todas as outras que marcam a rica diversidade deste país, trouxe para o Brasil alguns dos mais importantes valores que hoje perduram na sua matriz civilizacional".

O embaixador referiu ainda que "a Comunidade Portuguesa e Luso-Brasileira que, ao longo de séculos, aqui foi deixando as suas raízes, marcada por uma ética de comportamento feita de seriedade, de trabalho e de capacidade de convivência em plena harmonia, tem um grande orgulho, hoje como no passado, em poder contribuir, de uma forma leal e em moldes sempre renovados, para o prestígio crescente da Nação brasileira."
Carlos Fino